Escolha uma Página

The Leachox™ Refractory Gold Process – The Testing, Design, Installation and Commissioning of a large Scale Plant at the VASGOLD Gold Mine, Kazakhstan. Presented at the MEI Precious Metals ‘10 Conference, Falmouth, Cornwall, UK, June 2010.

Os reactores de lixiviação da MMS reduzem o tempo de lixiviação a uma questão de horas. O facto de o material ser extremamente fino, -20 microns, -10 microns ou até -5 mícrons significa que o ouro pode ser recuperado por adsorpção em resinas especializadas em colunas de resina sem a necessidade de uma etapa de separação sólido-líquido. A combinação da produção de concentrados de sulfureto de ouro usando flotação centrífuga com Célula-G, moagem ultra-fina, reactores Aachen, colunas de lixiviação da MMS e Colunas de Resina resulta numa redução significativa do tamanho de implantação da unidade em comparação com outros processos de tratamento de ouro refractário.

A MMS também desenvolveu o Processo de Destruição de Cianeto MMS (Processo CN-D), que oferece um método económico de destruição de cianetos residuais para níveis muito abaixo dos recomendados pelo Código Internacional do Cianeto, e que funciona em conjunto com o Processo Leachox.

Ensaios Leachox

leachox_5_sm

Unidade Piloto Leachox e de Destruição de Cianeto (CN-D)
(Clique para ampliar)

A MMS dispõe de um laboratório totalmente equipado para testes metalúrgicos e uma unidade piloto, em Joanesburgo. O laboratório dispõe de instalações de teste completas para equipamento Leachox. Também tem instalações de teste em Cardiff, em conjunto com a Universidade de Cardiff para a realização de ensaios com equipamento Leachox.

São necessários um mínimo de 50kgs de concentrado para efectuar um teste na unidade piloto, no entanto a reacção ao processo Leachox de quantidades menores pode ser avaliada em testes em escala laboratorial.